Início » Amortizar crédito habitação
amortizar credito habitacao
creditos

Amortizar crédito habitação

3 Partilhas

Amortizar crédito habitação

Quem casa quer casa” diz o velho ditado.

E são muitos os que deram esse passo de comprar casa porque casaram ou por outras razões.

Certo é que os anos vão passando e a pessoa pode ter conseguido fazer um pé-de-meia que servirá para amortizar o crédito habitação que tem. 

Amortizar crédito à habitação é um processo que compreende a liquidação do valor total em dívida ou de uma parte do montante em dívida, antes da data definida de fim do contrato de habitação.

Na primeira situação trata-se de um reembolso total e na segunda é o chamado reembolso parcial.

Quer num caso quer noutro falamos de uma amortização do crédito à habitação que é extra à prestação mensal.

Mas será que optar por amortizar crédito à habitação tem vantagens?

Há custos inerentes à amortização do crédito habitação?

Começamos pelos custos antes de abordarmos as vantagens.

E a resposta é sim, há custos.

Os bancos cobram uma comissão quando o cliente amortiza a totalidade ou uma parte do crédito. 

Cada família, casal, pessoa individual é tem que pesar o que lhe compensa mais.

Continuar a pagar a prestação mensal ou amortizar o crédito à habitação é uma decisão específica, porque só perante o caso em concreto é que se pode perceber se a descida da prestação mensal compensa os custos de amortizar o crédito. 

Deixamos, contudo, desde já a indicação que a lei prevê um valor máximo de custos.

Estes diferem da taxa de juro contratada no empréstimo em causa e do banco.

O valor da comissão pode ser diferente em diferentes instituições bancárias.

O melhor é fazer bem as contas para decidir o que é mais vantajoso. 

A taxa de amortização não pode ser superior a 0,5% do capital reembolsado quando se trata de contratos de crédito à habitação com uma taxa de juro variável.

Por outro lado, a taxa de amortização não pode ser superior a 2% do capital reembolsado, quando estamos perante contratos de crédito com uma taxa de juro fixa. 

Por norma, compensa amortizar quando o valor que falta liquidar é alto. 

Deve sempre reler o contrato do seu empréstimo à habitação para ler todas as condições e ficar a par das datas a cumprir.

Regra geral, as datas são mais específicas para a amortização total do crédito e não tanto para a amortização parcial. 

Vantagens de amortizar crédito

A vantagem maior é a redução da prestação mensal e do montante de juros que as famílias têm de pagar.

É uma vantagem a considerar em muitos casos.

Porém, analise sempre o seu caso e saiba que a isenção de comissão é concedida em casos de desemprego, morte de um dos titulares do empréstimo do crédito habitação e deslocação profissional.

Em caso de venda do imóvel informe-se do prazo a respeitar e de outras particularidades que pode haver.  

Quanto posso poupar?

Como já referimos importa saber em quanto pode baixar a sua prestação mensal e o valor da comissão de amortização.  

Por exemplo, num empréstimo de 100 mil euros, amortizar 10 mil euros, com uma Euribor a seis meses e um spread de 0,8% a prestação mensal de 452 euros pode passar para os 407 euros. 

3 Partilhas